Internet sem fio gratuita em breve deve ser oferecida aos anhanguerinos

10922473_990365127659634_8866879223201939853_n

No início do ano anterior o Governo de Goiás, por meio da Secretaria de Ciência, Tecnologia e Inovação (Sectec), lançou o projeto Cidadão Conectado. O programa consiste em levar internet sem fio (wi-fi) gratuita para os goianos.

Segundo o governo, ainda em fase inicial, o projeto visa contemplar primeiramente as seguintes cidades:  Anhanguera, Campo Alegre de Goiás, Catalão, Corumbaíba, Cristalina, Cumari, Davinópolis, Goiandira, Ipameri, Nova Aurora, Ouvidor, Rio Quente, Três Ranchos e Trindade.

O Cidadão Conectado consiste em um link que fornecerá sinal de internet e será implantado em espaços públicos com grande circulação de pessoas, principalmente praças. Os usuários farão conexão com notebooks, smartphones, tablets, entre outros, sendo que, no primeiro acesso, será realizado um cadastro para criação de login com senha. O sistema funcionará com delimitação de tempo por usuário, permitindo a democratização de acessos.

Em Anhanguera o benefício já chegou. De acordo com a Prefeitura daquele município, a instalação do sistema foi feito no dia 14 de janeiro na Praça Humberto Ferreira Carvalho Alves, no Centro, e está em fase de testes. Na região, Catalão e Três Ranchos já contam com o serviço gratuito.

Por: Gustavo Vieira com informações da Sectec

Share Button

Polícia Militar e Semmac apreendem 57 Canários da Terra em residência

2015-01-30 10.21.30

Um crime gravíssimo contra o meio ambiente vinha acontecendo no bairro Vila Cruzeiro. De acordo com o Tenente Fernandes, do 18º Batalhão da Polícia Militar, por meio de denuncia anônima, 57 Canários da Terra foram apreendidos com a participação de agentes da Secretária Municipal do Meio Ambiente de Catalão (Semmac) nesta quinta-feira (29).

No local foram encontrados, além de materiais para captura, gaiolas e utensílios necessários para a colocação de marcação, o que, sem a permissão e o acompanhamento do IBAMA, é entendido como ato irregular. “O homem tinha permissão como criador amador, mas ele capturava essas aves na natureza, às marcava e comercializava”, contou Fernandes.

O responsável pelos animais não estava na residência na hora da operação e não foi preso em flagrante delito. De acordo com os agentes Semmac, o homem foi multado em R$ 500,00 por ave e deve responder na Justiça por crime contra o meio ambiente. Ele ainda pode ser preso.

Os pássaros foram encaminhados para o Centro de Triagem de Animais Silvestres (Cetas) para analise veterinária.

Por: Gustavo Vieira

Share Button

Pinga-Fogo…

pinga-fogo

Para Refletir

Sábio é aquele que conhece os limites da própria ignorância.

Sócrates

 

A mente que se abre a uma nova ideia jamais voltará ao seu tamanho original.

Albert Einstein

 ________________________________________________________________________

Direto ao Assunto

Não está sendo fácil é o mínimo se pode falar da administração do prefeito de Catalão, Jardel Sebba (PSDB) em pouco mais de dois anos de administração o tucano vive uma crise administrativa, uma atrás da outra, problemas com o CRAC, a falta de água, o pronto socorro da Santa Casa de Catalão, recolhimento do lixo, troca de empresa do transporte coletivo, rompimento político com o vice-prefeito Rodrigão, foi afastado da Prefeitura em 2013, só para ficar em alguns mais importantes. Ou seja, quem consegue fazer uma boa administração assim? Vale lembrar que a arrecadação do município passa dos R$ 30 milhões por mês.

 ________________________________________________________________________

  • Demitindo, as demissões no primeiro mês do governo Marconi Perillo aconteceram de fato, muita gente que acreditou e votou no governador foi parar no olho da rua.
  • Na Universidade Estadual de Goiás (UEG) demissões também acontecem a todo vapor, tudo em nome de colocar a casa em ordem.
  • E se são Pedro não ajudar, a falta de água irá atingir grande parte das cidades brasileiras.
  • O Holocausto sobre os judeus completou 70 anos, vale à pena lembrar para que o mundo nunca esqueça de que o ser humano é capaz.
  • A presidente Dilma Rousseff em sua primeira reunião com o novo ministério deixou claro que não mexerá nos direitos trabalhistas.

Olha o lixo

A prefeitura Municipal de Catalão rompeu com a empresa de coleta de lixo Corpus, com uma dívida de quatro meses com a empresa, a Prefeitura alega serviços exorbitantes e medição a mais. Será que a população pagará mais essa conta?

Rachando mais ainda

O PMDB e o PT já não se entendem mais, mesmo os dois partidos estando ocupando o Palácio do Planalto com a presidenta e o vice, eles deverão disputar  espaços eleitorais em lados opostos.

Não confia

Comandante em chefe da revolução cubana, Fidel Castro, mesmo recolhido em sua residência faz questão de dizer que aprova a aproximação com os EUA, porém sem confiar nos ianques.

Alô Ministério Público

Vereador do PMDB, Daniel do Floresta esteve no Ministério Público, segundo informações deu nome aos “bois” e confirmou a existência de um “mensalão” na Câmara, tudo em nome da governabilidade.

Intocáveis

É o que disse a presidente Dilma Rousseff sobre os direitos trabalhistas em seu governo, segundo ela, o partido dos Trabalhadores não irá agir contra os próprios.

Cadê a água?

Em São Paulo já não se descarta o rodízio de 5×2, ou seja, cinco dias sem água e dois com abastecimento. Imaginem só.

Em Catalão

Pelo andar da carruagem podem apostar, faltará água nas próximas semanas, só mesmo São Pedro na causa.

E os bilhões

Já não existem mais duvidas, foram desviados mais de uma centena de bilhões da  Petrobrás, alguém acredita que esse dinheiro voltará?

Lava Jato
Antigamente era local de lavar veículos, na atualidade da nome a maior corrupção estatal do mundo. E pensar que ninguém sabia de nada.

Share Button

Essa é para acabar com o pequi de Goiás…

Gente boa do Blog, essa já ganhou as manchetes dos principais meios de comunicação do Brasil, jovens pegam a viatura da Polícia e fazem graça dentro da ‘danada” e publicam nas redes sociais.

Depois pedem desculpas pelo ocorrido, pode?

Será que tomaram umas bordoadas?

Será?

O artigo 5º da Constituição Federal  foi mostrado para eles, ah se foi.

 

 

Share Button

Nova empresa já opera os serviços de coleta do lixo e varrição em Catalão

2015-01-30 08.37.12

Por impasses com o governo municipal a empresa Corpus Saneamento e Obras Ltda., responsável pela coleta do lixo e varrição em Catalão, deixou subitamente de operar no fim desta quarta-feira. Os motivos seriam por falta de pagamentos e a empresa alega não ter recebido por seus serviços de outubro do ano anterior para cá.

O procurador geral do município, Geordano Paraguassu, contou que os problemas surgiram diante da proposta do prefeito Jardel Sebba (PSDB) de redução dos gastos da máquina administrativa, tendo a empresa não aceitado nova oferta. “Desde outubro a qualidade dos serviços da Corpus caiu consideravelmente e realmente existem algumas faturas em aberto que estavam em negociação. Elas concernem também às medições que vêm sendo questionadas pelos secretários e sua saída repentina nos pegou de surpresa”, contou.

O resultado desses desencontros são toneladas de lixo depositados nas calçadas e muita sujeira espalhada pela cidade. Além disso, todos os funcionários da Corpus foram demitidos e um manifesto foi realizado por eles em frente à sede da empresa nesta quinta-feira (29). Eles exigem explicações e providências.

À reportagem Jardel disse que uma nova empresa, a Seleta Ambiental, já está na ativa em regime de urgência e começou os serviços na madrugada de hoje (30). “Estamos usando quatro caminhões de coleta e 150 homens estão empenhados nas tarefas. Em oito dias todos os serviços estarão normalizados sem prejuízos para a população”. Ele assegurou ainda que os trabalhadores demitidos da Corpus serão contratados pela nova empresa.

Por: Gustavo Vieira

Share Button

Convidando…

adib

Share Button

Em novo encontro, Frei Betto e Fidel Castro falam sobre relações entre Cuba e EUA

Em um novo encontro com Fidel Castro, esta semana, o teólogo, escritor e sacerdote brasileiro Frei Betto relatou o líder da revolução cubana quis saber sua opinião sobre a retomada das relações entre Cuba e Estados Unidos. “Eu disse que pensava que é muito bom, muito positivo, porém, um ainda fala em FM e o outro fala em AM, a sintonia levará tempo. Mas que, como ele escreveu na carta à FEU [Federação de Estudantes Universitários], é um passo importante para a paz, um diálogo que tem que acontecer”, informou Betto.

Pragmatismo Político
Frei Betto e Fidel Castro conversam sobre o fim do bloqueio dos EUA a Cuba

Ainda sobre o assunto, Betto salienta: “os Estados Unidos têm que mudar não apenas seus métodos, mas suas metas: com que objetivos quer manter boas relações com Cuba? O povo tem que se preparar muito bem para o choque entre o caminhão do consumismo com o Lada da austeridade. É necessário preservar as conquistas, os valores e as virtudes dessa Revolução”.

Em sua mensagem à FEU, Castro reiterou que não confia na política dos Estados Unidos, mas também não desacredita numa “solução pacífica” para os conflitos nem na negociação em andamento conforme as normas internacionais. No último dia 17 de dezembro, os Governos de Cuba e EUA anunciaram sua decisão de restabelecerem relações diplomáticas, rompidas em 1961. Na semana passada aconteceram em Havana as primeiras conversações oficiais para traçar caminhos com vistas ao processo de normalização dos vínculos bilaterais.

Betto informa ainda que o ex-presidente cubano goza de boa saúde que declarou sentir uma “profunda admiração” pelo Papa Francisco. “Escrevi um artigo para o Brasil sobre o meu encontro com Fidel e disse que a ele se aplica, perfeitamente, uma máxima que sempre repito: é preciso deixar o pessimismo para dias melhores”, disse o sacerdote.

Fonte: Adital Notícias

Share Button

Convidando…

gustavo

Share Button

Improbidade: prejuízos causados ao município de Perolândia serão descontados da herança de ex-prefeito

Em ação por ato de improbidade administrativa movida pelo Ministério Público contra o ex-prefeito de Perolândia, Nelson Américo da Costa, foi julgado parcialmente o pedido para condenar o espólio do acionado ao pagamento do valor de R$ 16.405,29, com juros de mora de 1% ao mês, a partir da citação, e atualização monetária desde o início do processo, em janeiro de 2013.

Conforme sustentou a promotora de Justiça Patrícia Almeida Galvão, ação tratou de irregularidades na cobrança de impostos nos anos de 2003 e 2004, por omissão do então gestor. Consta que em 2003 foi promulgado o Código Tributário de Perolândia, iniciando-se a cobrança dos impostos municipais somente no exercício financeiro de 2005.

Antes disso, em 2002, o Executivo utilizou o Código Municipal de Jataí, município do qual era distrito, a fim de regulamentar a relação tributária, o que teria gerado a arrecadação de impostos municipais no valor de R$ 8.840,00.

A promotora ressaltou, entretanto, que, nos dois anos seguintes, não houve cobrança e arrecadação dos impostos municipais, o que levou o ex-prefeito à pratica de improbidade administrativa por dano ao erário, impondo-se como consequência o dever do espólio do ex-prefeito de ressarcir o município.

Antes do julgamento da ação, a pedido do MP, os bens em nome do requerido já haviam sido bloqueados liminarmente, como forma de garantir o ressarcimento pretendido.

(Cristiani Honório / Assessoria de Comunicação Social do MP-GO)

Share Button

Promotora questiona convênio entre o Estado de Goiás e o Atlético Goianiense no valor de R$ 3 milhões

Fachada do Estádio Antônio Accioly, em Goiânia

Fachada do Estádio Antônio Accioly, em Goiânia

A promotora de Justiça Villis Marra Gomes está exigindo na Justiça o bloqueio de bens do Atlético Clube Goianiense no valor de R$ 3 milhões. A medida cautelar cobra o bloqueio do valor em contas ou aplicações financeiras e, caso a restrição não alcance o montante estipulado, que sejam bloqueados os bens imóveis e veículos pertencentes ao clube. O pedido visa ao ressarcimento do valor ao erário do Estado de Goiás, também réu na ação .

Conforme esclarecido pela promotora, apurou-se, por meio de inquérito civil público, que o Estado de Goiás repassou ao Atlético Clube Goianiense R$ 3 milhões, por intermédio da Superintendência do Vapt Vupt, mediante a celebração de convênio, cuja autorização se deu pela Lei Estadual nº 18.362/2013. A norma foi aprovada em regime de urgência ou de interesse público relevante, em sessão extraordinária da Assembleia Legislativa, ocorrida no dia 22 de janeiro do ano passado.

O artigo 1º da lei dispõe que: “Fica o chefe do Poder Executivo autorizado a repassar, mediante convênio, auxílio financeiro no montante de R$ 3 milhões ao Atlético Clube Goianiense, entidade desportiva, sem fins lucrativos, reconhecida como de utilidade pública pela Lei Estadual nº 9.833, de 14 de outubro de 1985”.

A parte final do dispositivo legal trata da finalidade do repasse financeiro, que seria “para fazer face a despesas decorrentes de realização de obras de reforma e ampliação do Estádio Antônio Accioly, especialmente das instalações destinadas ao desenvolvimento de práticas desportivas de caráter amador”.

Além disso, o parágrafo único da lei dispõe que o convênio firmado entre o Estado de Goiás e o Atlético permitiria o uso de uma área no referido estádio, não inferior a 8 mil m², para instalação e funcionamento de uma unidade do Vapt Vupt, pelo prazo de 30 anos, bem como o compartilhamento do estádio pela extinta Agência Goiana de Turismo, Esporte e Lazer (Agel) para o desenvolvimento de atividades voltadas ao fomento do futebol amador.

Entretanto, a promotora sustenta que diligências realizadas pelo Ministério Público comprovaram que até o momento nenhuma unidade do Vapt Vupt encontra-se em funcionamento no Estádio Antônio Accioly e não há notícia de que o estádio está eventualmente sendo utilizado pelo Estado de Goiás para fomento do futebol amador.

Irregularidades
Villis Marra aponta ainda que, apesar de a Lei Estadual nº 9.833/1985 haver conferido ao Atlético o reconhecimento de entidade de utilidade pública, o clube não se encaixa no perfil desse tipo de entidade, já que não cumpre a finalidade exclusiva de “servir desinteressadamente à coletividade”. A promotora destaca ainda que “houve desvio de finalidade na prática do ato, uma vez que o convênio não teve nenhum interesse público, objetivando, tão somente, agraciar o time de futebol com vultuosa quantia proveniente do suor do contribuinte goiano”, afirmou.

Por fim, ela aponta que houve violação dos princípios da razoabilidade e da proporcionalidade administrativa pois, em detrimento do incentivo e incremento de outras áreas, como saúde, educação e segurança pública, que no Estado de Goiás encontram-se com índices alarmantes, optou-se pela celebração do convênio.

No mérito da ação, a promotora requer o ressarcimento ao erário do valor de R$ 3 milhões e a declaração de inconstitucionalidade das Leis nº 9.833/1985 e 18.362/2013 e, consequentemente, do convênio firmado entre o clube e o Estado de Goiás.

 (Texto: Cristina Rosa – Assessoria de Comunicação Social do MP-GO – foto: Google Street View)

Share Button