Prefeitura rescinde contrato com a Transduarte

2014-07-31 10.48.46

A Prefeitura de Catalão rescindiu na manhã desta quinta-feira (31) o contrato com a unica empresa de transporte coletivo na cidade, a Transduarte. Ela terá apenas 30 dias para cumprir o aviso prévio a contar do dia 1º agosto. O motivo da decisão, segundo o prefeito Jardel Sebba, se deu pelo fato de o concessionário ter cumprido muito pouco do que a ele foi determinado até agora, o que impediu que o transporte público passasse a ser digno à população e não mais causasse prejuízos aos seus usuários.

A rescisão do contrato foi anunciada pelo prefeito em seu gabinete, e na oportunidade Jardel apresentou à imprensa e demais participantes a nova linha que deve operar em caráter emergencial em Catalão e já a partir de 1º de setembro. Trata-se da Passaredo Transportes Rodoviários, do grupo Passaredo Linhas Aéreas, que está em operação no município em outra área e tem participação em São Paulo, Paulínia e Ribeirão Preto.

“Rompemos com a Transduarte porque seus serviços são ruins e estamos estudando isso desde maio do ano passado. Demos à eles todas as chances de que pudessem fazer o serviço de transporte público à altura do que a sociedade catalana merece, e eles não corresponderam. Apresentamos o projeto e muitas empresas recuaram e entre ter uma empresa ruim e não ter nada, preferimos manter a Transduarte até agora”, disse Jardel.

Tanto o prefeito quanto o proprietário da Passaredo, Luiz Gustavo Viana, presente na solenidade, garantiram que a tarifa cobrada será a mesma de agora (R$ 2,00), e que inicialmente serão disponibilizados quatorze ônibus novos e semi-novos que deverão circular em oito regiões da cidade, devendo encurtar o tempo de espera para 25 minutos de um veículo para o outro nas áreas de maior rotatividade, e em períodos de 40 minutos nas regiões periféricas. “Lembro que esse é um contrato emergencial de seis meses e que esse tempo será suficiente para preparamos um processo licitatório, podendo até mesmo que a Transduarte participe. Quem ganhar deverá se responsabilizar por todas as adequações exigidas em contrato, e se isso não acontecer ela será multada”, acrescentou o prefeito.

Foi garantido também no encontro que grande parte dos funcionários da Tranduarte podem ser aproveitados pelo novo operador do transporte coletivo. Jardel contou que os ônibus vão oferecer mais conforto, segurança e qualidade no atendimento e que os benefícios destinados aos idosos e jovens devem ser mantidos.

Viana explicou que se adequará ao máximo para oferecer o melhor à população dentro do prazo em que deve operar, “e esse será o tempo necessário para conhecermos melhor os métodos e aprimorar os serviços”, contou. Foi também observado por ele que, de início, as linhas serão mantidas e que posteriormente novos carros serão integrados de acordo com a necessidade.

A Passaredo Transportes Rodoviários deverá contar com os mais novos e modernos sistemas para melhorar o transporte público em Catalão, e sugeriu ainda o estudo da mudança de local do terminal rodoviário para aumentar o tempo-resposta dos coletivos.

A reportagem do Blog do Mamede entrou em contato com os proprietários da Transduarte, mas sem sucesso. Durante a coletiva Jardel disse saber que o caso será levado à Justiça pela parte rompida, uma vez que a mesma tem direitos contratuais que a asseguram atuar na área por longos anos.

Por: Gustavo Vieira

Share Button

Candidato a deputado estadual, Gustavo Sebba, cumpre agenda no comércio de Catalão

Gustavo visita o comércio _ 30_07_14 (4)

Com muita confiança e determinação, Gustavo Sebba, candidato do PSDB de Catalão à Assembleia Legislativa de Goiás, deu início ao seu dia de trabalho logo cedo, passando pelo comércio da cidade, nesta quarta-feira (30).

O tucano se reuniu com os comerciantes – e funcionários – de mais quatro importantes empresas de Catalão, debateu política e sanou as principais dúvidas dos servidores. Apresentando suas propostas e projetos para um estado ainda melhor, Sebba, além de levantar questões importantes em relação à saúde, falou também a respeito da educação.  “Através de empenho e trabalho do governador Marconi Perillo (PSDB), tivemos um grande avanço incalculável no ensino público estadual em seu governo, o que nos faz sonhar ainda com uma educação de primeiro mundo, onde teremos condições de formar muito bem os nossos alunos e os preparar para a competitividade de mercado de trabalho”, disse.

Sebba ainda caminhou pelas ruas de Catalão, fez visita informal a alguns estabelecimentos comerciais e deu atenção especial às pessoas que o abordavam, sempre ouvindo palavras de carinho e de estímulo.

Incentivador da campanha, o vereador João Antônio, elogiou o amigo e companheiro de partido. “Ele é um rapaz jovem e disposto. Precisamos muito que ele seja eleito, para que nosso trabalho em Catalão seja continuado”, disse.

À tarde, Gustavo visitou as novas instalações do Corpo de Bombeiros do município, participou da cavalgada de abertura oficial da Exposição Agropecuária de Catalão e fez outras visitas ao comércio local. Sebba também se reuniu com lideranças políticas do município de Ipameri, à noite, onde recebeu o apoio da prefeita Daniela Vaz.

 

ASCOM / Gustavo Sebba

Share Button

Número de pessoas na malha fina sobe 25% em três anos

malha-fina-imposto-de-renda

De acordo com a Receita Federal no Estado de Goiás, antes mesmo da liberação do terceiro lote de restituição do Imposto de Renda 2014, prevista para o dia 15 de agosto, 55 mil goianos já caíram na malha fina; quantidade 37% superior se comparada ao mesmo período do ano passado.
Esquecidos ou desatentos os contribuintes que são pegos pelo Leão da Receita, muitas vezes, não representam tudo o que gastaram ou simplesmente não preenchem corretamente o documento. O endereço eletrônico do órgão pode, e com clareza, dar todas as explicações para corrigir qualquer problema e a qualquer hora do dia.
No ano passado, dos 26 milhões de contribuintes, 711.300 caíram na malha fina. Segundo especialistas em Imposto de Renda, esse número poderia ser bem maior.
O avanço da tecnologia criou na Receita Federal um enorme banco de dados. E o cruzamento dessas informações tornou a fiscalização mais eficiente. De 2011 para cá, o número de declarantes cresceu 7,3% enquanto que o número de pessoas que caíram na malha fina subiu quase 25%.
Se o contribuinte informou um dado errado ou omitiu informações, como não incluir rendimentos de dependentes, automaticamente a declaração fica presa. Basta um número digitado errado para ser pego pelo sistema. Para acompanhar o andamento da declaração pela internet e conferir se o documento caiu na malha, basta acessar o Centro Virtual de Atendimento da Receita Federal (e-CAC) no site (www.receita.fazenda.gov.br) e informar seu CPF, código de acesso e senha.
Por: Gustavo Vieira
Share Button

Penta Incorporad​ora​ antecipa entrega de condomínio fechado do primeiro bairro planejado de Catalão

Loteamentos do residencial Altto Campo Bello serão apresentados no próximo sábado aos futuros moradores. Empreendimento conta com uma infraestrutura de alto padrão e ampla área de lazer

 

A Penta Incorporadora, empresa do grupo empresarial Zezé Di Camargo e Luciano, antecipa em seis meses a entrega dos lotes do Condomínio Altto Campo Bello, que faz parte do primeiro bairro planejado da cidade de Catalão. Com alto padrão e ampla área de lazer, os futuros moradores poderão conferir o residencial pronto no próximo sábado, dia 2 de agosto, a partir das 8h30, em evento especial.

O residencial possui 130 lotes, em uma completa infraestrutura disponível para mais de 500 habitantes. Em um espaço de 153 mil metros quadros, o Altto Campo Bello conta com quadra poliesportiva, campo society, salão de festas, quiosques, playground infantil, ambiente fitness, pista de caminhada e mais de 19 mil m² de área verde preservada. Além disso, os moradores do Campo Bello poderão desfrutar em breve de todo o conforto comercial e de serviços sem sair de casa.

 

Segundo Emanoel Camargo, presidente do grupo do qual a Penta Incorporadora faz parte, a escolha do município goiano para receber o empreendimento levou em consideração a economia da região. “Catalão tem uma indústria forte, um setor de serviços e comércio bastante desenvolvidos, agropecuária produtiva e é um dos principais pólos minerais do Estado de Goiás. Por isso, nosso objetivo principal com esse empreendimento é oferecer à cidade um bairro inovador em todos os aspectos, não somente um lugar seguro para morar, mas também serviços eficientes e rentabilidade para o investimento comercial de nosso cliente final”, afirma. Ainda este ano, a incorporadora fará novos investimentos no município.

A empresa, que tem forte atuação no segmento imobiliário e da construção nos Estados de Goiás, Piauí, Rio Grande do Norte, Rio Grande do Sul, interior de São Paulo e no Distrito Federal, comemora antecipação do empreendimento, que estava previsto para entrega somente em janeiro de 2015. “Nossas metas sempre foram arrojadas, visando a excelência. E a entrega antecipada do Altto Campo Bella representa essa inovação e qualidade, que gera satisfação e beneficia o cliente”, conclui Emanoel Camargo.

Sobre a Penta Incorporadora

Zezé Di Camargo e Luciano, com visão empreendedora, idealizaram a Penta Incorporadora, que é dirigida por Emanoel Camargo, irmão e sócio da dupla.  A empresa tem forte atuação no segmento imobiliário e da construção em Goiás.  A partir deste Estado a empresa criou musculatura e partiu para outras regiões do Brasil. Hoje também está presente nos Estados do Piauí, Rio Grande do Norte, Rio Grande do Sul, interior de São Paulo e no Distrito Federal.

Integrante de um Grupo Empresarial constituído por oito empresas, a Penta atua em parceria com outras duas companhias do segmento imobiliário – Múltipla Log e Quarteto Participações Societária. Entre os empreendimentos estão loteamentos em condomínios fechados, condomínios industriais, turísticos, prédios comerciais e condomínios verticais. São parceiros do grupo também as empresas GPL incorporadora, FGR Urbanismo, Cabral Empreendimentos, JAS Logística, e, agora, em São Paulo, o grupo J. Andrade.

 

Assessoria de Comunicação

Share Button

Prefeito de Catalão, Jardel Sebba, fala sobre o rompimento com a Transduarte, a vinda de nova empresa de transporte público para Catalão e a instalação da Área Azul

2014-07-31 10.48.46

Share Button

Luiz Gustavo Viana, proprietário da Passaredo Transporte Rodoviário, fala sobre a vinda da empresa para Catalão

2014-07-31 11.05.58

 

Share Button

Rompendo…

coletivo

O prefeito de Catalão, Jarde Sebba, acaba de anunciar que rompeu com a empresa Transduarte.

Já já, mais informações…

Share Button

A Hora do Riso…

Share Button

Indeferidos…

 

Gente boa do Blog, até o  momento todos os candidatos de Catalão a Câmara Federal estão com registro indeferidos, Nair do Ferro Velho (PHS), Hamilton Costa (PEN) e Marlene Macedo (PTC) ainda não conseguiram seus registros junto ao Tribunal Regional Eleitoral (TRE).

Catalão poderá definitivamente ficar sem nenhum representante.

Confira abaixo:

nair malene hamilton

 

Share Button

Usou ou não usou?

Aécio se complica ao confessar que usou aeroporto. Inclui helicóptero no meio. Seria dos Perrella?

Depois de passar uma semana se recusando a responder e fugindo de uma pergunta bem simples: “Usou ou não usou o aeroporto?”, o senador tucano Aécio Neves (PSDB) resolver confessar: Usou!

Seu partido elaborou uma nota sob o pomposo título “Voos ocasionais para a pista de Claudio/MG; Aspectos da legalidade”, onde admite que Aécio usou o aeroporto construído quando ele era governador no terreno que era do seu tio-avô.

O problema é que o uso foi clandestino, porque o aeroporto não está autorizado ainda por falta do governo tucano de Minas providenciar documento junto ao Comando da Aeronáutica.

Enquanto isso o público não pode usar o aeroporto, mas Aécio usa assim mesmo, como se fosse propriedade privada de sua família. Aliás essa “falta de pressa” em abrir o aeroporto ao uso público desmente a tese do tucano de que o aeroporto tenha sido construído com dinheiro público para atender empresas da cidade. Fica óbvio que atende é ao uso particular dele mesmo.

Os tucanos afirmam que o uso foi feito de “maneira legal” porque a agência reguladora permitiria “operação ocasional” de helicópteros.

Como é que é? Agora as perguntas que a nação brasileira quer saber são outras:

Aécio usou jatinhos ou helicópteros, afinal de contas?
Ou foi os dois?
E se usou helicóptero, aquele da família do seu amigo senador Zezé Perrella, apreendido com meia tonelada de cocaína, andou fazendo uns vôos por lá também?
O senador Aécio Neves usou ou não o helicóptero dos Perrella?

Essa explicação cheira mal e piora as coisas.

A Anac desmente o tucano e afirma que “trecho do regulamento só é valido para operações realizadas exclusivamente por helicópteros (aeronaves de asa rotativa), e em helipontos ainda não homologados”. Aeroportos não homologados só podem ser utilizados para casos de “emergência em voo para evitar incidente/acidente”.

Aécio reincide na arrogância de quem se acha acima das leis, e que pode misturar o dinheiro público com seus interesses privados impunemente e sem dar satisfações ao público.

Deveria declarar todos seus vôos irregulares e clandestinos, as cargas transportadas, pagar as multas, assumir suas responsabilidades e devolver aos cofres públicos o dinheiro mal gasto na obra para atender à sua família, em vez de insistir em levar vantagem.

 

Publicado originalmente no Blog Amigos do Presidente Lula

Share Button