Vacinação de bovinos e bubalinos segue até domingo

Vacinação contra Febre Aftosa e Raiva; Prefeito e Sec Chico Machado

Termina no domingo, dia 31, o prazo para a vacinação contra a febre aftosa e raiva no Estado de Goiás. Portanto, os produtores rurais que ainda não vacinaram seus animais devem procurar as lojas credenciadas pela Agência Goiana de Defesa Agropecuária (Agrodefesa), para comprarem as doses das vacinas. A declaração da vacinação também é muito importante e o prazo segue até o dia 8 de junho.

De acordo com a Agrodefesa, a expectativa é que mais de 21 milhões de animais entre bovinos e bubalinos (búfalos) sejam imunizados contra as doenças. A estimativa do fiscal agropecuário da repartição em Catalão, Lúcio Costa e Silva Cruz, é de que mais de 70% do rebanho da região já tenha sido imunizado, “número esse comprovado por meio de declaração e nota fiscal”, contou.

A declaração deve ser feita nos escritórios da Agência, onde a ficha cadastral é movimentada. O pecuarista que não vacinar o rebanho pagará multa de R$ 7 por cabeça e R$ 60 se deixar de entregar a Declaração de Vacinação dentro do prazo, que é de até cinco dias após o término da campanha. Em caso de reincidência, o produtor rural pagará o dobro do valor.

Por meio do cadastro das propriedades em sistema informatizado, a Agrodefesa tem o controle das propriedades que estão adimplentes ou inadimplentes. O produtor que não se ater as recomendações poderá ficar impedido de transportar e comercializar o seu rebanho.

Segunda etapa

A próxima etapa da campanha contra febre aftosa será realizada em novembro, quando somente os animais com até 24 meses, declarados em maio, devem receber a dose da vacina.

Por: Gustavo Vieira 

Share Button

Principais notícias do dia – 26/05/2015

GetAttachment (1)

JORNAIS

Folha de S. Paulo

Governo tenta tranquilizar o mercado com ação pró-Levy

O governo Dilma e o ministro Joaquim Levy (Fazenda) montaram um roteiro nesta segunda-feira (25) para afastar rumores de que ele deixaria o cargo. A possibilidade foi aventada após a ausência de Levy no anúncio do corte de R$ 69,9 bilhões no Orçamento na sexta-feira (22).

Brasil Econômico

Balanço da Petrobras é aprovado com a rejeição de acionistas

Zero Hora

“Não adianta inventar impostos”, afirma Levy

Diário da Manhã

Lula prepara volta à Presidência – Ex-presidente deverá ser novamente candidato ao comando do País nas eleições de 2018   Sinais emitidos por seus aliados e mesmo entre opositores reforçam a tese

O Popular

Cunha enterra comissão e tema vai direto ao plenário – Insatisfeito com conteúdo de parecer do relator, presidente da Câmara costura manobra e fará votações individuais de cada item do projeto

—————————————————–

RÁDIOS

CBN

Reforma política: Câmara começa a se movimentar hoje

A Câmara dos Deputados começa a se dedicar hoje a votação da proposta de reforma política. O presidente da Casa, Eduardo Cunha, decidiu levar a discussão para o plenário após a comissão especial sobre o tema terminar os trabalhos sem votar o relatório final.

Rodrigo Janot rebate críticas de parlamentares

Ministro da Fazenda diz que sem reajuste não consegue fechar contas

—————————————————–

TELEJORNAIS

TV Globo – Jornal Nacional

Eduardo Cunha leva proposta de reforma política para Plenário

Nesta segunda, líderes dos principais partidos se reuniram e decidiram ignorar o trabalho da comissão especial que analisou a reforma política. Segundo eles, o relatório poderia dificultar a votação. Assim, a reforma política vai ser discutida e votada em partes no Plenário.

TV Bandeirantes

STF vai publicar decisão que estabelece funções do MP e da Polícia Federal

TV SBT

Governo tenta demonstrar unidade na defesa do ajuste fiscal

—————————————————

Por: Gustavo Vieira com agências

Share Button

Guerra de CPIs: oposição quer saber…

2015-05-25 15.02.20

Nesta segunda-feira, 25, os vereadores da aposição na Câmara Municipal de Catalão protocolaram três requerimentos para abertura de Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI), para investigar supostas irregularidades na gestão do prefeito Jardel Sebba (PSDB).

As CPIs vão apurar a utilização de recursos públicos aplicados na saúde, precisamente no Sistema Único de Saúde (SUS), na construção de uma Unidade de Pronto Atendimento (UPA) e quatro Unidades Básicas de Saúde (USB); a aparente inconsistência na coleta do lixo e a implementação de algums benefícios como o sistema MacLix, os Ecopontos e possíveis pagamentos muito acima do praticado no mercado, além da falta de transparência na compensação de medições e dos serviços referente ao lixo; e por último, a dispensa indevida de licitação no início do governo Sebba para a contratação de massa asfáltica e sua aplicação.

Com os pedidos protocolados eles devem ser encaminhados para a presidência da Câmara para aval do presidente Juarez Rodovalho (DEM), sendo ele obrigado a assim proceder sustentando a lei que apenas seis votos são o suficiente para a abertura do referido processo investigativo. Ao todo, sete estão a favor dos recursos, sendo: Daniel Do Floresta, Deusmar Barbosa, Gilmar Antônio Neto, Jurandir Antônio, Sargento Anísio e Vandeval Florisbelo, todos do PMDB, e Paulo Moreira, do PMN. Não houve nenhuma representação da bancada de situação.

“Nos vimos forçados a fazer isso porque o prefeito nunca nos atende quando fazemos apenas um requerimento a ele, quanto menos quando exigimos documentos financeiros de sua gestão. Se eu te perguntar onde tem uma obra desse prefeito você não sabe me responder, então queremos saber para onde está indo tanto dinheiro”, disse Daniel afirmando que a arrecadação do município ainda é tão ou mais astronômica quando comparado ao contraído pelos governos anteriores. Do mesmo raciocínio compartilhou Vandeval.

Anísio e Paulinho foram categóricos em afirmar que em dois anos e meio da gestão Jardel, ele nunca atendera se quer uma petição provinda da oposição, e isso, de acordo com eles, tem prejudicado e muito o desempenho dos vereadores. Seguindo a mesma sustentação dos colegas, Jurandir alegou que “o prefeito mente quando fala à imprensa que é aberto ao debate e a conversa. Temos provas de que ele nunca nos atendeu, que nunca deu atenção quando, por meio de requerimentos, pedimos algo para a população. Para que ele nos atenda as CPIs são os nossos últimos recursos; por lei ele terá que fazer isso”, contou.

“O nosso objetivo é fiscalizar e saber onde estão indo os recursos públicos oriundos da população. Eu tenho certeza que nossa iniciativa será bem sucedida”, falou Gilmar.

Deusmar, que é ex-presidente da Casa, salientou que sabendo da intenção do grupo a bancada do prefeito no Legislativo, no intuito de simplesmente manipular o entendimento da população, abriu  antecipadamente três CPIs “que não vão dar em nada. Ninguém tá falando que o prefeito ta roubando aqui, mas queremos saber quanto é gasto no carros de aluguel da prefeitura, o porquê de vender veículos novos para alugar mais velhos e de vereador… Queremos fiscalizar, dar uma resposta para o povo, mas eles não deixam.”

Batizadas pelos vereadores de “Propina Verde”, “Jaleco Branco” e “Dispensa Indevida de Licitações”, as CPIs, juntamente com as da situação, prometem sessões ainda mais acaloradas e intempestivas. Os encontros acontecem todas as terças-feiras, a partir das 13h30.

Entenda a briga das CPIs

A Câmara aprovou recentemente a reabertura da CPI que investigou possíveis irregularidades nas aplicações dos fundos de pensão do Instituto de Previdência e Assistência aos Servidores de Catalão (Ipasc). Além dessa, a Casa abriu outra que investigará prováveis atos de corrupção de Deusmar quando presidente da Casa, e uma terceira foi anunciada pela vereadora Regina Félix (PSDB) para ser aberta na próxima sessão – está servirá para investigar a chamada Operação Ouro Negro, onde supostamente fora desviado 10 milhões de reais dos cofres públicos.

Por: Gustavo Vieira

Share Button

Pedido de impeachment de Richa é protocolado no Paraná

Juristas e professores protocolaram nesta segunda-feira (25) um pedido de impeachment contra o governador do Paraná, Beto Richa (PSDB). O documento, entregue à assembleia legislativa, foi endossado por quase 6 mil assinaturas.

 

Crime de responsabilidade é a base do pedido de impeachment contra Beto RichaCrime de responsabilidade é a base do pedido de impeachment contra Beto Richa

“O impeachment do governador cabe porque ele cometeu crime de responsabilidade. O mais grave de tudo é que por duas horas ele não mandou seu corpo de policiais parar de jogar bombas nos professores”, afirma o advogado Tarso Cabral Violin, membro da OAB (Ordem dos Advogados do Brasil) do Paraná e autor da iniciativa.

Violin foi atingido por estilhaços de bomba durante as manifestações em que os professores foram brutalmente agredidos pela Polícia Militar do estado, dia 29 de abril, no Centro Cívico de Curitiba, deixando centenas de feridos.

O crime de responsabilidade está prevista na Lei 1.079 que trata das infrações cometidas por políticos – presidente da República, ministro de Estado ou governador, por exemplo – no exercício de suas funções.

O governador que comete um crime de responsabilidade, segundo a legislação, tem o seu mandato suspenso e não pode ocupar cargos pelos próximos anos.

O pedido de impeachment é encaminhado ao presidente da assembleia, o deputado estadual Ademar Traiano (PSDB), que poderá arquivá-lo ou colocá-lo em votação. Se for à votação, deverá ter a presença de pelo menos 2/3 dos 54 deputados para aprovar o julgamento de impeachment.

Portal Vermelho

Share Button

MEC desvincula 74 instituições do ProUni com irregularidades

O Ministério da Educação (MEC) desvinculou 74 mantenedoras de instituições de ensino superior do Programa Universidade para Todos (ProUni) por falta de comprovação de regularidade fiscal. Desse total, 11 são reincidentes e só poderão aderir novamente ao programa após o prazo de um ano. As demais 63 mantenedoras podem apresentar recurso administrativo contra a decisão na Secretaria de Educação Superior.

Reprodução

MEC desvinculou 74 instituições do ProUniMEC desvinculou 74 instituições do ProUni

A decisão e a lista com as mantenedoras desvinculadas está publicada na edição desta segunda-feira (25) do Diário Oficial da União. De acordo com a decisão, não haverá prejuízo para os estudantes que já têm o ProUni e eles terão suas matrículas preservadas pelas mantenedoras.

Ao informar a desvinculação, a decisão cita o Artigo 1° da Lei n° 11.096, de 13 de janeiro de 2005, que determina que a mantenedora deve comprovar, ao final de cada ano-calendário, a quitação de tributos e contribuições federais administrados pela Receita Federal, sob pena de desvinculação do ProUni, sem prejuízo para os estudantes beneficiados e sem ônus para o poder público.

Fonte: Agência Brasil

Share Button

Cientistas políticos publicam manifesto contra o distritão

O documento, divulgado com apoio da Associação Brasileira de Ciência Política (ABCP) na sexta-feira (22), será encaminhado à Câmara dos Deputados. Para os cientistas, o distritão é um retrocesso institucional, pois, com o fim do voto de legenda e da transferência do voto dentro das agremiações, os candidatos concorrerão por contra própria.

Reprodução

 

O distritão, alegam os cientistas políticos, estimularia o personalismo e enfraqueceria os partidos políticos. Ainda segundo o manifesto, com o modelo em discussão, poderão ser desconsiderados milhões de votos, pois serão válidos apenas os dos eleitos.

O manifesto ainda denuncia o encarecimento das campanhas eleitorais. De acordo com os cientistas, a falta de cooperação dentro do partido obrigará mais investimentos na exposição individual de um único candidato, facilitando o surgimento de oligarquias regionais.

Na mesma proporção, segundo o protesto, diminuirá a qualidade da representatividade política, ao proporcionar melhores condições de vitória aos concorrentes sem experiência parlamentar como artistas e esportistas de grande exposição midiática.

Segundo a ABCP, o modelo interessa a certos segmentos da classe política profissional com maior disponibilidade de recursos financeiros para investir na campanha de uma única pessoa.

Fonte: Agência PT de Notícias

Share Button

Hoje na História…

hoje

1952
EUA, Reino Unido e França assinam um tratado que restaura a soberania alemã ocidental e põe fim à ocupação aliada.
1954
A barca solar funerária do faraó Quéops é descoberta intacta, numa câmara de calcário em Gizé.
1961
Um bombardeiro Convair B-58 Hustler voa de Nova York a Paris no tempo recorde de 3h19min41s.
1968
O cirurgião Euríclides de Jesus Zerbini realiza, em São Paulo, o primeiro transplante de coração no Brasil.
1974
O governo brasileiro anuncia um modelo de ocupação econômica e demográfica da Amazônia.
1975
O ministro Shigeaki Ueki anuncia a descoberta de mais dois poços de petróleo na bacia de Campos.
1976
EUA e URSS assinam tratado que limitou o número de explosões nucleares subterrâneas para fins pacíficos.
1976
O Teatro Bolshoi comemora em Moscou o bicentenário de sua fundação.
1977
O curta-metragem Di Cavalcanti, de Gláuber Rocha, ganha o prêmio especial do júri no Festival de Cannes.
1991
Um Boeing 767 da Lauda Air explode e mata todos os 213 passageiros e 10 tripulantes, no norte da Tailândia.
1994
O telescópio espacial Hubble confirma pela primeira vez a existência dos buracos negros.
1994
O Tribunal Superior Eleitoral altera a regra de alistamento eleitoral e permite que jovens de 16 anos votem.
1995
Harley Alves, capitão do Exército brasileiro e um dos 600 observadores da ONU na Bósnia, é capturado por sérvios em Sarajevo e usado como escudo humano.
2000
O STF decreta a prisão preventiva do ex-general paraguaio Lino César Oviedo, que se encontrava desaparecido depois de um período de exílio na Argentina.
Share Button

Começando bem…

Share Button

Frase do Dia…

Destacado

“Nos últimos 12 anos, você trabalhou, pagou seus impostos e correu atrás. Você acreditou e fez a sua parte. Mas o governo não fez a parte dele…”

Aécio Neves, senador e presidente nacional do PSDB

Share Button