Está explicado…

Tá explicado: Lucro do Santander caiu 15% no 1o. trimestre. Do Bradesco subiu 18%. Santander é campeão de queixas.

Está explicado porque o Santander anda acendendo vela para o Aécio ganhar as eleições e fazer do Planalto a república dos banqueiros, como era na época do FHC.

Parece que o banco espanhol enfrenta dificuldades para manter sua lucratividade nos últimos tempos. Também anda liderando o ranking de reclamações.

http://glo.bo/1hr19pv  e  http://glo.bo/1hO6EPl
http://economia.estadao.com.br/noticias/negocios,santander-lidera-ranking-de-reclamacoes-do-bc-pelo-setimo-mes,164796e

Enquanto o Bradesco vai bem e teve um lucro 18% maior no primeiro semestre de 2014em relação ao mesmo período de 2013, o Santander viu seu lucro encolher 14,9%. O lucro anual do Santander em 2013 já havia caído em relação a 2012.

Parece que, entre os bancos privados, o Bradesco se adaptou melhor ao mercado brasileiro com a ascensão da nova classe média, com a clientela de novos empreendedores que está sabendo aproveitar as oportunidades para ganhar dinheiro no Brasil, e sabendo se adaptar aos spreads de juros mais baixos devido à concorrência dos bancos públicos.

Já outros bancos privados parecem acomodados ao saudosismo de mamar nas generosas tetas do Banco Central da era FHC, quando Armínio Fraga chegou a elevar a taxa Selic chegou a 49%. E parece que estão ficando com a clientela pessimista que empaca seus negócios, não sabendo aproveitar as oportunidades que se abrem em tempos de mudança de cenários econômicos e de um novo quadro de melhor distribuição de renda no Brasil.

http://br.reuters.com/article/idBRSPE93O00I20130425

Mesmo com lucro em decadência, o Santander ainda teve lucro significativo no primeiro semestre. Além de ser campeão de reclamações, esta é outra desvantagem para o cidadão brasileiro manter conta no banco espanhol, porque os lucros são remetidos para a Espanha. Melhor ter conta e aplicar nos bancos brasileiros. Os lucros ficando no Brasil inclusive melhora a conta corrente de dólares que o Santander critica em sua carta especulativa.

Quem for contra mudar a conta e aplicações para um banco público, como o Banco do Brasil, a CEF ou o BNB, pelo menos mude a conta para um banco privado nacional, como o Bradesco. Parece mais sólido, mais bem administrado e não tem sabotado a economia especulando com pessimismo forjado e com eleições.

Publicador originalmente no Blog Amigos do Presidente Lula
Share Button

Trabalhador vota em trabalhador?

Sogra de Paulinho da Força Sindical é indiciada por falsificar assinaturas de partido

A Polícia Federal indiciou a sogra do deputado Paulo Pereira da Silva, o Paulinho da Força, e outras duas pessoas sob acusação de falsificarem assinaturas para a criação do Solidariedade (SD). O partido presidido pelo deputado foi constituído no ano passado, é a nona maior bancada da Câmara, com 21 deputados, e apoia a candidatura de Aécio Neves (PSDB) à presidência da República.

Francisca Gleivaní Gomes Silva é assessora parlamentar no gabinete de Paulinho, o genro, segundo consta do portal da Transparência da Câmara. A contratação de parentes é proibida por súmula do Supremo Tribunal Federal desde 2008, incluindo sogra.

Em maio deste ano, Paulinho recebeu o título de cidadão de São Caetano. Na justificativa, o vereador Cidão do Sindicato, autor da indicação, mencionou Samantha como esposa de Paulinho.


Procurado, o deputado disse que não comentaria o assunto.

O inquérito da PF acusa a sogra de Paulinho de falsificar as assinaturas de onze pessoas, segundo perícia. À PF, em 9 de junho, ela afirmou que “preencheu as fichas de apoio para a criação do Partido Solidariedade com os dados pessoais dos eleitores, ao passo que imediatamente após o preenchimento este assinava a ficha”.

Vinculadas. A PF, contudo, comparou a letra dela com as das assinaturas e concluiu que Francisca e outras duas pessoas “vinculadas ao gabinete do deputado conhecido por ‘Paulinho da Força Sindical’ (…) realizaram preenchimento de fichas de apoio para criação do Partido Solidariedade, cujos eleitores titulares não opuseram suas assinaturas nas respectivas fichas”. O inquérito indica ao menos 22 assinaturas falsificadas.

Para a criação de um partido é necessário apresentar ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE) assinaturas de 500 mil pessoas. Em 2013, o TSE reconheceu as assinaturas apresentadas pelo Solidariedade e legitimou a criação do partido.

A PF relatou no inquérito que “as assinaturas falsas eram bastante semelhantes a de seus titulares, motivo pelo qual várias assinaturas, mesmo que falsas, foram reconhecidas como válidas pela Justiça Eleitoral”.

Funcionários do gabinete de Paulinho tiveram acesso a fichas de filiação ao Sindicato dos Servidores do Poder Legislativo e copiaram as assinaturas. O comando do sindicato, segundo denunciado à PF, “tem estreita ligações” com Paulinho, o que teria facilitado o acesso às assinaturas. O Estado procurou o presidente do sindicato, mas não conseguiu contato. Foram indiciadas outras duas pessoas, uma delas do gabinete do deputado.Informações do Estadão.

Publicador originalmente no blog Amigos do Presidente Lula
Share Button

Materno Infantil fará Encontro de Gestantes sobre Cesariana

Arte P site Encontro222

Está para acontecer nesse próximo dia 29, terça-feira, no Hospital Materno Infantil, mais uma edição do já tradicional Encontro de Gestantes. O evento, que tem início às 14hrs e frequência mensal, auxilia as futuras mães da cidade a conhecer mais sobre os processos da gravidez, suas características e peculiaridades, antecipando e explicando situações pelas quais certamente passarão.

No encontro deste mês de Julho, que tem como tema os partos do tipo cesariana, a enfermeira Dilci Duarte conduzirá a palestra sobre o assunto, além de atender as dúvidas de todos que tiverem alguma pergunta.

O evento tem entrada franca e é aberto não só às gestantes, como também à quem mais se interessar. Paticipe, convide os conhecidos prestigie essa iniciativa tão eficaz para a população.

 

Serviço

Evento: Reunião com Gestantes.

Palestrante : Psicóloga Enf.dra Dilci Duarte.

Dia : 29 de Julho de 2014 – Terça feira

Horario: 14h00

Duração : 60min

Endereço : Rua Major Paulino , 760, Bairro Nossa Senhora de Fátima.

Entrada: Gratuita

Informações: 64 – 3411 1132

 

Assessoria de Comunicação

Share Button

Promotor quer que Estado de Goiás exonere mais de 3 mil comissionados

Ação pretende que a Estado exonere comissionados

Ação pretende que a Estado exonere comissionados

O promotor de Justiça Fernando Krebs propôs hoje (24/7) nove ações civis públicas questionando o excesso de comissionados na administração pública estadual. Nas ações é pedido, em caráter liminar, que o Estado de Goiás seja obrigado a exonerar o servidores comissionados das Secretarias de Cidadania e Trabalho, Articulação Institucional, das Cidades, de Gestão e Planejamento, de Agricultura, de Indústria e Comércio, de Infraestrutura, além da Goiás Turismo e da Casa Civil. Ações semelhantes envolvendo outras secretarias serão ainda propostas.

Também em caráter liminar, foi pedida a devolução de todos os servidores cedidos a estas secretarias para seus órgãos de origem. Além disso, cobra que o Estado seja proibido, no âmbito de cada um dos órgãos citados, de admitir servidores para ocupar os cargos em comissão previstos na Lei Delegada nº 3/2003.

Segundo relatado pelo promotor, dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), apurados por meio da Pesquisa de Informações Básicas Estaduais (Estadic 2012), apontam que o Estado de Goiás possui o maior número de servidores ocupantes de cargos em comissão em todo o País, mesmo em comparação a Estados que possuem mais servidores públicos e têm maior população.

De acordo com dados da pesquisa, Goiás possui 7.264 servidores comissionados, contra 2.138 no Rio Grande do Sul, 1.657 em São Paulo e 5.367 no Rio de Janeiro. Além disso, os servidores públicos comissionados no Estado são, proporcionalmente, os menos qualificados do Brasil. Quase 50% dos 10.177 funcionários em cargos de confiança cursaram apenas o ensino fundamental, nunca foram à escola, ou se foram, não concluíram a 1ª série.

Tentativa de burla ao concurso
O promotor pondera ainda que é inconstitucional a de manutenção dos servidores comissionados, já que a Constituição Federal determina que os cargos em comissão apenas se destinam às atribuições de direção, chefia e assessoramento. Contudo, segundo Krebs, a maioria dos ocupantes de cargos em comissão no âmbito dos órgãos citados necessita de receber um acréscimo para alcançar o valor do salário mínimo. Como exemplo, ele cita o cargo de assistente de gabinete B, cujo vencimento somado à gratificação de representação alcança o montante de R$ 678,02.

“Ora, em nenhuma entidade ou órgão público, ou mesmo na iniciativa privada, se contrata um diretor, um chefe ou um assessor para remunerá-lo com um salário mínimo, isto é, para ganhar menos do que seus subordinados. Com efeito, isso nada mais é do que burla ao concurso público”, afirma o promotor. Ele acrescenta ainda que, de acordo com a Lei Delegada n.º 03/2003, existem no âmbito do Poder Executivo de Goiás 4.813 cargos comissionados de assistente de gabinete, “os quais realizam funções meramente burocráticas, não possuindo, nem de longe, atribuições de direção, chefia ou assessoramento”.

Para o promotor, diante desse quadro, não restou outra alternativa ao Ministério Público senão propor as ações civis públicas, com o objetivo de obrigar o Estado a cumprir os princípios da legalidade, impessoalidade, moralidade, eficiência, proporcionalidade e razoabilidade no preenchimento dos cargos públicos.

Números
Confira a relação do quadro de servidores em cada um dos órgãos:
- Secretaria de Estado de Cidadania e Trabalho (SECT): existem nessa pasta 2.169 servidores, assim divididos: a) 979 comissionados; b) 692 efetivos; c) 488 cedidos por outros órgãos; d) 30 estagiários. Há 41% de comissionados a mais do que servidores efetivos;

- Agência Estadual de Turismo (Goiás Turismo): existem nessa pasta 102 servidores, assim divididos: a) 80 comissionados; b) 22 efetivos. Há 263,63 % de comissionados a mais do que servidores efetivos;

- Secretaria de Estado de Articulação Institucional (Searti): existem nessa pasta 191 servidores, assim divididos: a) 174 comissionados; b) 17 efetivos. Há 10 vezes mais comissionados do que servidores efetivos;

- Secretaria de Estado das Cidades (SeCidades): existem nessa pasta 131 servidores, assim divididos: a) 97 comissionados; b) 34 efetivos. Há 3 vezes mais comissionados do que servidores efetivos;

- Secretaria de Estado de Gestão e Planejamento (Segplan): existem nessa pasta 2105 servidores, assim divididos: a) 1137 comissionados; b) 968 efetivos. Há 169 comissionados há mais do que servidores efetivos;

- Secretaria de Estado de Agricultura, Pecuária e Irrigação (Seagro): existem nessa pasta 341 servidores, assim divididos: a) 223 comissionados; b) 118 efetivos. Há 2 vezes mais comissionados do que servidores efetivos;

- Secretaria de Estado da Casa Civil: existem nessa pasta 717 servidores, assim divididos: a) 565 comissionados; b) 152 efetivos. Há quase 4 vezes mais comissionados do que servidores efetivos;

- Secretaria de Estado de Indústria e Comércio (SIC): existem nessa pasta 329 servidores, assim divididos: a) 181 comissionados; b) 148 efetivos. Há 33 comissionados a mais do que servidores efetivos;

- Secretaria de Estado da Infraestrutura (Seinfra): existem nessa pasta 90 servidores, assim divididos: a) 49 comissionados; b) 41 efetivos. Há 8 comissionados a mais do que servidores efetivos.

 (Cristina Rosa – Assessoria de Comunicação Social do MP-GO – foto: Banco de Imagens)

Share Button

TJGO mantém decisão que impede município de Rio Verde de contratar ator para promoção de vídeo institucional

O Tribunal de Justiça de Goiás manteve liminar que impede o município de Rio Verde de contratar o ator Oscar Magrini para atuar em vídeo institucional que mostraria as potencialidades da cidade no ramo do agronegócio e que estava orçado em R$ 197.993,66. A decisão de primeiro grau foi confirmada por unanimidade de votos pela 2ª Câmara Cível do TJGO. A liminar havia sido concedida em ação proposta pela promotora de Justiça Renata Dantas.

Segundo observou a promotora na ação, o município tem deixado de cumprir com suas obrigações fundamentais na área administrativa, da saúde e da educação e a contratação afrontaria diretamente os princípios da legalidade, moralidade, eficiência, proporcionalidade e razoabilidade que regem a administração pública.

Documentos juntados no processo atestam que a administração municipal, na condição de gestora do Sistema Único de Saúde, por exemplo, não tem cumprido com o seu dever de prestar assistência integral à saúde dos moradores da cidade. “Nos postos de saúde falta até aspirina”, destacou a promotora.

Após decisão liminar que acatou o pedido da promotora, o município recorreu alegando que a decisão não era cabível no caso, além de reforçar que não descumpriria com suas obrigações administrativas. Em seu voto, entretanto, o juiz de 2º grau José Carlos de Oliveira observou que a concessão da liminar se encontra suficientemente fundamentada, ante o risco de irreversibilidade, caso ultimado o contrato. O voto foi seguido pela Câmara.

Assim, caso o município já tenha firmado o contrato, deverá arcar com os custos para cancelá-lo. 

(Texto: João Neto/ Estagiário da Assessoria de Comunicação Social do MP-GO – Supervisora de Estágio: Ana Cristina Arruda – Com Informações do site do TJGO ).

Share Button

E o Santander, pode?

Gente boa do Blog, o banco Santander fez panfletagem explícita contra o governo Dilma, justo ele que tem lucrado tanto em cima da economia brasileira, é por estas e outras que não entendo alguns lances do governo Dilma e de seu antecessor Lula. Ambos poderiam ter mandado para “aquele lugar” estes magnatas que só se enriquecem a custo da especulação, leia abaixo a propaganda antidilma produzida pelo banco.

 

Boicote ao Santander. Fez ‘panfletagem’ política anti-Dilma nos extratos.

santander

 

Boicote ao Santander.

Quem ainda tem conta, ou poupança, ou empréstimos, ou cartão no Banco Santander?

Sugiro trocar de banco imediatamente. Se tem conta salário ou financiamento é só fazer portabilidade. Não é tão difícil, é só procurar a Caixa ou o Banco do Brasil.

É questão até de sobrevivência, de preservar nossos próprios empregos, salários, as aposentarias, as vendas de quem tem negócios, as oportunidades de estudar e cuidar da saúde para quem precisa da rede pública. Se nada disso o atingir, pelo menos por solidariedade à massa do povo que tem todas estas coisas a perder.

O banco usou extratos para clientes de renda acima de R$ 10 mil para disseminar críticas à Dilma e fazer proselitismo político de uma política econômica negativa ao interesse nacional e gananciosa para o mercado.

Sinceramente, o cenário apontado pelo Santander acho completamente falso, a não ser no curtíssimo prazo de dois meses quanto os tubarões da Bolsa de Valores vão jantar o dinheiro das sardinhas que acreditam no que eles dizem. É como na eleição de 2002 que esses mesmos diretores de bancos inventaram o lulômetro, dizendo que a eleição de Lula prejudicava a economia. Lula foi eleito e nunca o Brasil cresceu tanto. Aliás se Serra tivesse ganho as eleições em 2010, quantas vezes já teríamos quebrado? Teria a crise grega, a crise portuguesa, a crise espanhola, etc. Haja FMI e, claro, sacrifício no lombo do povo e exigindo privatizar a Petrobras e tudo o que existe de patrimônio público brasileiro a preço de banana.

O cenário econômico que me preocuparia muito seria se Aécio Neves ou Eduardo Campos se elegessem, com as medidas chamadas pró-mercado e anti-emprego que pretendem tomar.

Primeiro porque arrocho salarial e desemprego reduziria o mercado interno levando toda a economia para o buraco, inclusive com falência de empresas por falta de clientes com dinheiro no bolso, como ocorria no tempo de FHC.

Segundo porque os demotucanos querem colocar o Brasil de novo de joelhos diante dos Estados Unidos e Europa, em vez de explorarem as oportunidades que se abrem no mundo com os BRICs e com o G-20. O retrocesso demotucano faria do Brasil o que fizeram com a Grécia, e com o próprio Brasil na época do governo FHC.

Terceiro porque o plano demotucano é fazer um tarifaço na energia elétrica, no gás de cozinha, na gasolina e no diesel para dar mais lucros aos acionistas das estatais na Bolsa de Valores, mas tudo isso arrasa todo o resto do setor produtivo. O preço da energia elétrica e de combustíveis é insumo para todo o setor produtivo, até de adubos para a agricultura, reduzindo a competitividade dos produtos brasileiros.

Quarto porque o povo não iria admitir passivamente se sacrificar com desemprego e arrocho para contentar a ganância do Banco Santander e Itaú e de empresários inescrupulosos e sem-noção de limites e de responsabilidade. A maioria silenciosa dos trabalhadores brasileiros que não participou de protestos e greves iria aderir em massa, criando um ambiente muito ruim para economia, e que os demotucanos só sabem tentar resolver com a repressão em vez de diálogo, o que agravaria mais ainda as coisas.

Quinto porque os demotucanos querem cortar verbas sociais, sucatear a educação e a saúde pública exatamente como fizeram no governo FHC sob a desculpa de cortar gastos públicos. Mas isso interrompe todo o esforço para elevar de patamar a qualificação e a renda do trabalhador brasileiro, sobretudo os mais jovens, e transformar o Brasil em país desenvolvido.

Sexto porque os demotucanos querem concentrar renda de novo na mão dos 1% mais ricos (os donos da Santander tão dentro), enquanto os 99% ficam para trás, mais pobres, exatamente como ocorreu no governo FHC.

Sétimo porque os demotucanos querem fazer com o Banco do Brasil, com a Caixa, com o BNB o mesmo que fizeram com o Banespa: entregaram o ouro para o Santander.

Oitavo porque vão detonar a Petrobras, entregando o pré-sal para petroleiras estrangeiras e privatizando em fatias a Petrobrás.

Nono porque vão reverter o marco regulatório do petróleo ao modelo vendilhão da pátria do governo FHC. Isso tiraria o dinheiro do pré-sal que vai para educação nos próximos anos, desviando para pagar dividendos na Bolsa Valores. Os donos do Santander se dariam bem e ficariam mais ricos, mas o povo brasileiro ficaria condenado ao subdesenvolvimento.

Décimo porque com a Dilma, o Banco do Brasil e CEF oferecem juros mais baratos do que o Santander, e isso faz o banco espanhol reduzir os lucros. Se os demotucanos fossem eleitos, o BB e a CEF iriam agir como um cartel seguindo a tabela informal do spread de juros imposta pela Febraban (Federação de Bancos), como era no tempo do FHC.

Poderia enumerar mais uma penca de motivos, mas paro por aqui porque dez já é mais do que suficiente.

O Banco Santander mostrou que tem seus candidatos que são dóceis a seus interesses: Aécio e Eduardo Campos. E mostrou que não mede esforços para fazer campanha contra Dilma, porque ela joga duro com os bancos em defesa do interesse da maioria do povo brasileiro.

Cada um escolha o seu lado que acha bom para si. Quem se sente como os banqueiros do Santander que mantenha suas contas, financiamentos e cartões lá.

Quem se indigna com essa conspiração da ganância e sente oprimido por estes banqueiros gananciosos não vacile: mude de banco. Boicote o Santander e o Itaúúú. Mude de preferência para um banco público, como o BB, CEF, BNB. Inclusive os lucros não serão remetidos para a Espanha, ficarão na economia brasileira.

Não fortaleça quem quer dar golpe eleitoral nas urnas e colocar as raposas tomando conta do galinheiro no Banco Central, dos US$ 370 bilhões de reservas, do caixa do INSS, do FGTS, da Petrobras, e de meter a mão em nosso bolso, através de arrochos e tarifaços.

Em tempo: não espere pela Justiça Eleitoral agir, porque o banco vai dizer que é “apenas análise econômica”, e sabemos que contra Dilma a “justiça” não costuma ver nada demais. É cada um que precisa boicotar diretamente o banco. Mesmo quem não tem dinheiro aplicado pelo menos não sustente o banco com as tarifas bancárias que ele cobra.
Prejuízos de clientes no Santander pipocam nas redes após banco especular politicamente. #ForaSantander.

Dentista, cansada de se sentir lesada, deu seu testemunho de como uma despesa cancelada de R$ 240,00 no cartão, virou uma cobrança de R$ 20 mil, porque, segundo ela, o banco ignorou o cancelamento e os gerentes não cumpriram o que prometeram e orientaram. 
Em reportagem da TV Record, o Santander já aparecia em 2013 como o pior banco, campeão de reclamações pelos clientes. Os trabalhadores também denunciam demissões em massa de bancários no Santander Brasil, mesmo com o banco sendo lucrativo, só para enviar mais lucros ainda para ajudar a matriz na Espanha, que enfrenta forte crise econômica. Claro que com muitos problemas e menos funcionários para resolver, a tendência é piorar o atendimento ao cliente no Brasil.
https://www.youtube.com/watch?v=XyYzCVrO-EM

O Banco Santander deu um tiro no pé ao anexar ao extrato da clientela “select” que ganha mais de R$ 10 mil por mês, uma mensagem politicamente panfletária e economicamente especulativa em seu extrato, contra a política econômica da presidenta Dilma que não agrada aos banqueiros (apesar dos lucros que os bancos saudáveis vem tendo no Brasil, até em consequência de haver muito mais gente com emprego e renda para usar os serviços bancários e comprar a crédito).

A polêmica levantada chamou atenção nas redes sociais, onde pipocam casos de horror de clientes que reclamam ou queixam de serviços, tarifas, cobranças indevidas e mau atendimento.

Ganhou visibilidade a notícia de que o Santander é campeão de reclamações de clientes em levantamento do Banco Central. Em seis meses apurados em 2014, o banco espanhol foi o pior em cinco meses.

Clientes narram casos de débito na conta de coisas não autorizadas, propaganda que não cumpre o que anuncia, atendimento ruim, e outros casos, como se observa no siteReclameAqui.

Nas redes sociais, gente indignada com o terrorismo eleitoral com a economia que ocorre desde as eleições de 1989, prega o boicote ao banco espanhol e nota-se um movimento de corrida ao banco para encerrar contas, cancelar cartões, ou fazer portabilidade de contas-salários e de financiamentos para outros bancos, inclusive ao descobrirem que a mágoa dos banqueiros com Dilma é porque juros e tarifas estão sendo oferecidos baixos nos bancos públicos, o que é bom para o bolso do cliente, mas diminui o lucro dos banqueiros.
Outra reportagem onde o Banco Santander é destaque por queixa de cliente:

Publicado originalmente no Blog Amigos do Presidente Lula
Share Button

Ocorrências policiais e militares…

  •  Ocorrências do 10º Batalhão do Bombeiro Militar de Catalão com o sargento Gonçalves.
  • O tenente Leandro Borges, do 18º Batalhão da Polícia Militar, repassa as ocorrências registradas nas últimas 72 horas. Ele destaca um homicídio realizado neste final de semana.
Share Button

Agenda do candidato a governador Antônio Gomide (PT)

pt

PARTIDO DOS TRABALHADORES

COORDENAÇÃO DA CAMPANHA DO CANDIDATO A

GOVERNADOR DE GOIÁS

 ANTÔNIO GOMIDE

 

DIA 28/07/2014 (SEGUNDA-FEIRA)

 

GOIÂNIA

        08 HORAS – DEBATE NA RÁDIO 730

        16 HORAS – CAMINHADA NO SETOR SÃO JUDAS TADEU

LOCAL: CONCENTRAÇÃO ROTATÓRIA DO POSTO DE GASOLINA NA ENTRADA DO CAMPUS DA UFG – RUA ROMÃ COM RUA RONDÔNIA.

Share Button